Por que o empreendedor não tem medo do escuro?

Por que o empreendedor não tem medo do escuro?

O medo do escuro sempre fez parte da nossa infância e juventude e o trauma para alguns se reflete inteiramente na vida adulta, claramente interferindo em nossas escolhas profissionais.

 

Vamos ser sinceros, quem nunca dormiu de luz acesa quando criança e depois de anos percebeu que dormir no escuro era realmente mais confortável e agradável do que aquela brilhante lâmpada reluzindo sobre seus olhos e nos dando uma sensação de segurança apenas pelo simples fato de mostrar o que estava ao nosso redor (e isso que estamos falando do nosso próprio quarto). E o que isso tem a ver com o empreendedorismo? Eu mesmo te respondo: TUDO!

 

Desde que saímos da barriga de nossas mães, somos educados em um mundo de convenções coletivas ou melhor dizendo, padrões de vida que devemos trilhar para ter um bom estudo, um bom emprego com um bom salário, pois só assim conseguiremos ter sucesso e isso é cíclico. Essas são palavras do meu pai, um engenheiro que saiu do nada, estudou, ralou, conseguiu um bom emprego, um bom salário, construiu sua família e hoje tenta nos passar a receita do sucesso de uma geração que nasceu há 64 anos atrás como único caminho a percorrer.

 

Fazendo uma analogia simples, esse é o caminho da luz, o caminho da segurança, onde podemos ver o que está a nossa frente, onde sabemos exatamente a qual distância estamos do chão e quão próximo ou distantes estamos do sucesso (e geralmente estamos longe). Parece bom não é? Claro, por isso a maioria opta por este caminho. Mas não nós, não eu!
Se você chegou até este ponto do texto você tem um grande perfil e potencial para seguir o caminho da escuridão, mais conhecido aqui como o lado EMPREENDEDOR!

 

Fazemos parte da trilha do desconhecido, não vemos o fim do túnel, navegamos com um norte, com um objetivo mas geralmente deixamos o mapa em casa, choramos, sofremos, perdemos finais de semana de festas e agitação, trabalhamos 24h por dia e principalmente vamos contra a vontade da nossa família. Tudo isso para colocarmos em prática um projeto que acreditamos, uma ideia, buscando sempre a esperança do sucesso, realização profissional, felicidade e liberdade de pensamentos que as empresas sempre nos podam nos reprimem e ofuscam as mentes mais brilhantes nela presentes.

 

Passamos e estamos passando por essa estrada tortuosa e escura, todos largamos vidas tranquilas e caminhos de luz em busca de um sonho, de um objetivo. Não fazemos pelo dinheiro, fazemos pelo prazer e felicidade que só o empreendedorismo pode trazer, estamos começando a enxergar o final do túnel, ainda está muito distante, muito mesmo, mas tenho certeza de que será algo precioso. Se quiser me acompanhar está convidado, descobriremos juntos, ou melhor, pode ficar aí mesmo, nós te contamos depois!

 

“Alguns trabalham 8 horas atrás de um salário, outros trabalham 24 horas atrás de um sonho” Desconhecido

 

Cesar Vargas